Lugar reservado aos meus pensamentos, histórias, homenagens, artesanatos, coisas úteis ou não, e minhas bobagens!

sábado, 7 de março de 2015

BC - Violência contra Mulher

A Norma do blog Pensando em família, convidou a todos para participar dessa blogagem em comemoração ao dia das mulheres.

Minha participação, e antecipadamente peço desculpas a Norma pois não sei fazer poesia, mas fiz esse texto com muito carinho:

http://pensandoemfamilia.com.br/blog/wp-content/uploads/2015/03/mujeresstencil1.jpg


No dia das mulheres há muito o que se comemorar, foram anos de lutas, batalhas vencidas e muitas mulheres mortas! 

Mas quem pensa que a guerra terminou esta completamente enganado. Em plena era da tecnologia e informação, muitas mulheres ainda sofrem com a violência psicológica e física. Muitas delas acabam mortas!

A cultura machista ainda é muito forte. Ainda vejo meninas sendo criadas, para obedecerem aos meninos, o que no futuro a transformará numa mulher que nasceu para servir seu marido. E quando se cansam, ou passam a enxergar o quanto errado isso é, acabam sofrendo a violência. Na maioria das vezes, não pedem ajuda, mesmo sabendo que leis as protegem. Mas como ir contra ao que foi ensinado? Essa é uma batalha que ainda não foi vencida nessa guerra.

O preconceito com relação ao trabalho ainda existe também. Qual mulher nunca foi descriminada com a frase: "ela é mulher e não entende ou não sabe fazer"? Já vi e vivi muito isso, e por incrível que pareça, dentro da própria empresa da família. E os anos foram mostrando aos homens que sou capaz de muitas coisas e até fazer melhor que eles. Ainda existe diferença de salários entre homens e mulheres, discriminação na hora da contratação, etc, mais uma batalha para lutar.

A guerra ainda é grande! Mas para vencer, temos que mudar os pensamentos e as batalhas serão vencidas! Não podemos desistir.

O meu desejo para essa data é que todos comemorem o dia das mulheres, e que entendam que há muito o que se fazer para que possamos viver igualmente. 

Um feliz dia das mulheres, para todas as guerreiras que lutam para que a violência e a discriminação não façam parte da sua vida e para todos os homens que amam uma mulher e lutam para que isso não ocorra com elas.

Beijos Carinhosos para todos!

11 comentários:

✿ chica disse...

Linda tua participação e escreveste muito bem.Essa violência deve acabar! bjs, lindo e feliz nosso dia! chica

Roselia Bezerra disse...

Olá, querida karina
De fato, reagir é preciso até da forma de criação que tivemos...
Bjm quaresmal

pensandoemfamilia disse...

Gostei muito do seu texto. Você colocou realisticamente o quanto ainda precisamos conquistar.
Grata por aderir minha proposta.
Feliz dia para você. bjs
Levo seu link.

Silvana Haddad disse...

Oi KA:
As conquistas já foram muitas, mas ainda é necessário uma mudança no papel que a mulher repesenta na sociedade.
Apesar de ter adquirido a vitória de entrar no mercado de trabalho, muitas mulheres ainda fazem a jornada dupla, ou seja, trabalham fora e dentro de casa. E o pior é que não são reconhecidas e nem valorizadas por isso.
Nesse aspecto, ainda há muito o que melhorar...
Bjs.:
Sil

Lulu on the sky disse...

Olá Karina,
Não sabia dessa blogagem senão teria participado. Realmente a violência contra a mulher é algo sério e vem crescendo a cada ano. Temos que tomar alguma atitude urgente.
Feliz dia da Mulher.
Big Beijos
Lulu on the Sky

Micha Descontrolada disse...

Verdade. Ainda há muitas mulheres ganhando menos ao executar a mesma função que um homem, muitas que apanham dos seus maridos/namorados, as que são humilhadas, agredidas verbalmente... mas há de melhorar.

Que todos os dias a gente ganhe o que merece: RESPEITO!
FELIZ DIA INTERNACIONAL DA MULHER! ❀ ✿ ❁ ✾

Beijossssssss
┌──»ʍi૮ђα ツ

Toninho disse...

Bom alerta Karina,é um processo a árduo e longo esta real libertação da mulher de seus algozes. Ainda há medo da denuncia, da Lei.Ou seja a pessoa fica acuada.
Boa participação.

Abraços amiga.
Bju

Mari B. disse...

Texto muito oportuno. Mais que comemorar, devemos refletir sobre o quanto ainda a humanidade precisa avançar para que todos os seres humanos sejam tratados igualmente com dignidade, independente do gênero.
Boa semana
Marina

Luma Rosa disse...

Oi, Karina!
Fui educada em uma família em que a mulher era valorizada, talvez porque havia a predominância do sexo feminino. A minha mãe sempre dizia que quando estivessemos namorando, era para observar o modo como o futuro sogro tratava a sua esposa. Afinal, aquele seria o modelo que o nosso provável futuro marido adotaria como modelo. Parece radical, mas radical é penar que uma pessoa que vive dentro de uma família não seja igual à ela - pode ser diferente na juventude, mas o ranço vem com o tempo. Ainda bem que as famílias não são mais tão fechadas e seus defeitos veem à tona logo, como é o caso da violência doméstica. A mulher amparada emocionalmente tem mais coragem de denunciar o seu agressor.
No ambiente de trabalho, as empresas estão mudando suas posturas. As mulheres são mais fiéis e perfeccionistas. Com incentivo podemos ir mais longe ainda...
Beijus,

Nana disse...

Mudando um pouquinho de assunto, te dei um selinho de presente, confere no blog:
http://procurandoamigosvirtuais.blogspot.com.br/2015/03/selos-tags-e-memes-selo-blog-fofo.html

Carmem Grinheiro disse...

Olá Karina,
tanta coisa ainda por conseguir ;)

bj amg