Lugar reservado aos meus pensamentos, histórias, homenagens, artesanatos, coisas úteis ou não, e minhas bobagens!

quarta-feira, 19 de março de 2014

Espero ler no futuro isso e ver o quanto eu cresci...

E quando os erros do passado aparecem em sua vida e te deixam numa pilha de nervos? Talvez eles nem sejam erros, apenas atitudes impensadas ou eram a melhor decisão naquele momento.

Só sei que vivo me consumindo em culpa. Vivo me julgando e me culpando por tudo. Pela fome, pobreza, diferença social etc, por fazer pouco ou quase nada para mudar. Se algo acontece de ruim a uma pessoa perto de mim, fico pensando que a culpa é minha por não ter ajudado mais ela ou feito algo (der dado mais atenção, ter dado conselhos), mas será que essa pessoa aceitaria? Será que não faz parte do crescimento pessoal dela essas dificuldades?

E nesse sentimento de culpa, acabo abrindo mão de mim mesmo pelos outros. Pois nessa busca de perdão, de ser boazinha como se fosse curar essa culpa toda, esqueço que tenho médico, que tenho exames, que tenho manicure e depilação. E a cada dia que passa fico mais doente e mais acabadinha.

Fora que quando vou conversar, desabafar ou confessar um erro as pessoas me olham com uma cara feia e me julgam. Mas se elas ainda precisarem de mim, são as melhores pessoas do mundo em me consolar. Raras as pessoas com que eu posso contar de verdade.

Meu namorado fala q eu preciso ser mais dura com as pessoas, mais firmes para elas não se aproveitarem de mim. Mas como fazer isso? Se quando estou com a pá virada faço isso e depois fico me achando uma megera, uma rancorosa, uma grossa? Sei lá, talvez seja meu psicológico, talvez seja minha criação, talvez seja algo meu, talvez eu ainda tenha mentalidade de criança, talvez eu seja muito lerda, mas e ai o que fazer?

Sei que a solução de um problemão eu irei encontrar, pois já tomei algumas medidas para acertar esse erro. Mas porque cargas d´água eu fico tão nervosa? Porque eu fico com batedeira no coração, sem dormir, cabeça zonza, na espera da resolução desse problema?

Sempre tenho em mente que para tudo há uma solução, só não tenho solução para a morte. Sempre penso que Deus pode me ajudar e irá me conceder sabedoria para encontrar a solução. Mas cade a calmaria em meu corpo??? Faço homeopatia, estou tomando pasalix e nada... nada me acalma. Que sufoco!



PS: esse texto é um desabafo e gosto de escrever o que estou sentindo no momento, ajuda a aliviar e a entender melhor. Fora que tenho costume de voltar e ler coisas passadas e ver o quanto eu cresci.

Beijos

Um comentário:

✿ chica disse...

Lindo desabafo e isso parece que alivia um pouco a ansiedade,não? Que possas ao voltar a ler teu desabafo ,ver que cresceste. mas na hora, foi necessário.Era o que sentias! beijos,lindo dia! chica