Lugar reservado aos meus pensamentos, histórias, homenagens, artesanatos, coisas úteis ou não, e minhas bobagens!

quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

Dezembro = Mês louco

Dezembro para mim é um mês louco. Não gosto dele. Respeito por ter uma datas importantes para mim como Natal, meu aniversário, aniversário da minha amiga-irmã e aniversário do meu irmão. Mas sinceramente não passa de um mês como qualquer outro.

Não lembro bem quando parei de gostar dele. Só lembro que sempre que me empolgava para comemorar meu aniversário, alguma tragédia acontecia antes. (perca de um tio super próximo, outro tio doente etc).

Acreditava na mágia do Natal em que as pessoas, se ajudam, são mais bondosas, etc mesmo que fosse só em Dezembro. Pura enganação. É só sair a noite por aqui na cidade para as compras. Você esta manobrando seu carro com todo cuidado, e vem outro e fica buzinando. Você entra na loja e escolhe uma roupa, vem uma senhora e quase arranca da sua mão porque gostou da mesma que você. É gente reclamando da fila longa para pagar e assim vai. Depois de observar tudo isso, fiquei bem desanimada com a humanidade. Puxa, cade o respeito ao próximo? Cade o amor e a unidade que o Natal pede? Natal não é só 25 de dezembro! É todos os dias!!!

Outra coisa que me deixa bem desanimada e eu não consigo entender é: porque as pessoas ficam irritadas, estressadas e principalemente em depressão nessa época? Sim, porque na minha família sempre tem um que entra em crise. Reclama que não conseguiu juntar dinheiro no ano, reclama que não tem sorte, reclama que esta muito cansado, mas o pior de tudo, alem das reclamações vem as brigas! Brigam com todos como se todo mundo fosse o culpado dos fracassos. Eu juro que não entendo! Acabou um ano sim, mas temos outro ano para começar tudo de novo, fazer diferente, lutar! Isso acaba comigo, aguentar desaforos, brigas e principalmente falta de gratidão! Puxa, Graças a Deus estamos todos vivos, juntos e com saúde! Problemas todos tem, mas é melhor lutar com um sorriso no rosto e com fé, do que desanimar.

Desculpem o desabafo, mas eu queria deixar registrado esse meu momento por aqui. Estou passando por isso e ando bastante cansada mentalmente por conta disso tudo. Esse ano meu pai e meu namorado estão em crise. Isso me deixa muito triste. Mas estou enfrentando, e sendo forte. Porque quem tem o poder de não se influenciar com isso sou eu! Então logo sairei dessa tristeza!

Embora eu tenha uma certa implicancia com Dezembro... e entendo que não é só nessa época que devemos agradecer a amizade, ser gentil e bondoso. Eu gosto de aproveitar as comemorações para enviar cartões de Natal. Para não deixar de fazer minha parte e dizer o quanto as pessoas são especiais. Então essa semana estarei despachando os meus cartõezinhos! Acredito que uma lembrança mesmo que seja pequena, alegrará um coração!

Bjos

6 comentários:

Das coisas que vejo e gosto. disse...

Oi Ka!

Menina seu post é ótimo!!!!! Me inspirou a escrever sobre esse tema de correria e neutras deste mês, posso?

Olha, concordo com você! Tem muita gente com depressão nesta data, ave! Gente, é só mais uma data! Assim como Páscoa, carnaval... Eu faço aquilo que posso e compro o que dá . Se nao deu, nao deu. Nada de estresse!

Sobre os cartões, é muito bom receber cartões de Natal. Você conhece os cartões dos pintores com a boca e os pés? Pesquisa no Google sobre eles. Sao lindos e o projeto é coisa maravilhosa, estou preparando uma postagem sobre eles.

Beijos

Selma

REINVENTANDO disse...

Karina, essa semana ouvir de várias pessoas a mesma coisa que você disse no seu post. Acho que o verdadeiro significado do natal se perdeu. Para mim é um período triste pois meus pais já não se encontram entre nós e sinto muita falta deles. Abraços. Sandra

Mauro S disse...

Oi Karina, eu sempre gostei de dezembro, lembra da época que eu era estudante (colégio) e vinham as férias grandes, dez/jan/fev e as aulas começavam apenas em março, além do mais o meu aniversário seguido do Natal, então pra mim é um mês de lembranças boas, mesmo tendo crescido, mesmo os problemas tendo vindos, falta de emprego, coisas assim, que preocupam e muito, mas nada como a família, começo de tudo.

Claro que nestas épocas de festas, Natal, fica-se meio entristecido quando deveria-se comemorar o nascimento de Jesus, verdadeira razão do Natal, nosso rei, mas tudo desviou-se. Começa-se o ano sorrindo, comemorando e termina-se, ano a ano, de cara amarrada, e as reclamações sempre são as mesmas.

O que fazer para evitar?

Beijos, e forças para todos nós, Mauro

Luma Rosa disse...

Karina, você está correta em suas reclamações. Inventaram de contar os dias e transformá-los em anos e isso no subconsciente é como se, não só o ano acabasse, mas o prazo de validade de nossas idealizações. As pessoas ficam insatisfeitas porque não alcançaram suas metas, daí vem o 13º salário e o que era para sobrar, tirar férias, acaba indo para cobrir as despesas do final do ano, das festas e mais as do começo do ano. Vivemos em um mundo de ilusões e precisamos sonhar. Se o sonho acaba, nos pegamos em pensamentos negativos. A tal crise!
De quebra, transformaram o natal é uma coisa horrorosa. Em casa combinamos... nada de presente comprado, faremos tudo com nossas próprias mãos, que seja um cartão, um paninho bordado... mas tem que ser um mimo vindo do coração.
Não se chateie, não entre na pilha... como tudo passa, esse estresse do final do ano também passa.
Beijus,

REINVENTANDO disse...

Passando para te desejar uma ótima sexta. Abraços. Sandra

Mauro S disse...

Meu agradecimento registrado pelo blog. Risos.
Valeu!
Beijos e ótima quarta, Mauro